Não acredite em Ressonância Quântica.

Medicina quântica e fraudes descaradas

Neste momento, o mundo das Terapêuticas Não Convencionais está a ser completamente vandalizado por algo chamado Medicina Quântica. Os preponentes desta fraude descarada pretendem fazer diagnóstico de Medicina Ocidental e Medicina Chinesa, com misturas de Ayurveda e outras coisas mais com uma simples máquina ligada a um portátil.

Exames médicos muito mais avançados, com tecnologia de ponta não conseguem dar as informações que esta máquina oferece. Ela até consegue fazer diagnóstico em Medicina Chinesa (a que chama diagnóstico de acupuntura) sem analizar nenhum sintoma ou sinal clínico. Para alguns uma verdadeira maravilha. Para aqueles com um pouco de conhecimento uma fraude completa.

Como podemos saber se a medicina quântica é válida?

Em primeiro lugar pela sua capacidade de diagnóstico usando tecnologia de ponta. Não acha estranho que esta máquina seja capaz de fazer diagnósticos que rivalizam com a tecnologia mais avançada de radiologia e medicina nuclear? E ainda com a vantagem de custar somente 10000 euros ao contrário das centenas de milhares ou milhões de euros associados à radiologia e medicina nuclear?

Como é possível ligar dois ou 3 fios ao corpo e através da “medição das correntes elétricas do mesmo” (????) ser capaz de fazer diagnósticos relativos à presença de hérnias discais? Como é possível diagnosticar determinados problemas de saúde sem sequer recorrer a análises de sangue?

A resposta é simples: não é possível. A tecnologia que a medicina quântica advoga possuir pertence ao reino da magia.

Em segundo lugar alegações relativas ao diagnóstico na medicina chinesa. A medicina quântica alega que faz diagnósticos de medicina chinesa. No entanto o diagnóstico na medicina chinesa é feito através da relação formada entre um conjunto de sintomas e sinais clínicos. Uma dor por estase de sangue é caracterizada por ser uma dor tipo facada, que melhora com movimento e agrava há noite. Como é possível obter estas informações (que são subjetivas pois falamos de sintomas) com um fio à volta do pulso?

Os princípios de diagnóstico em medicina chinesa estão relacionados com observação (do estado geral do paciente, da forma como reage à palpação, etc…), palpação (da zona dolorosa, pulso, etc…), interrogatório (história clinica, história da queixa principal, etc…), entre outros. Seria interessante ver a medicina quântica explicar como tudo isto se torna desnecessário face a um fio ligado ao pulso.

Tirando estes dois aspetos temos depois o mais óbvio que muitas vezes passa despercebido à pessoa porque a maioria das pessoas não está habituada a pensar em ciência: além e não existirem estudos científicos nenhuns as explicações dadas são obviamente fraudulentas. A medicina quântica assenta em física do harry potter e não do mundo real.

Conclusões sobre medicina quântica

Como um amigo meu escreveu num mail privado, isto já não é a primeira vez que acontece. Volta e meia estas fraudes voltam com novos nomes e novos discursos pseudo-científicos. Bio-feed back, medicina quântica, etc…

A medicina quântica apareceu, está na moda e vai vender muito e depois vai desaparecer e dar lugar a outra fraude com um nome diferente mas baseada nas mesmas ideias erradas e nas mesmas manipulações científicas. Mas o sucesso que a medicina quântica tem no meio da naturopatia e da acupuntura devia fazer-nos pensar acerca da formação científica destes profissionais e da sua capacidade de auto-critica face à sua prática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *