Meus agradecimentos

Agradecer!

Meus queridos amigos, trabalhamos juntos , na nossa  equipe de médicos a mais de uma década, outros a menos tempo, mas quase todos os dias operamos juntos, fazemos partos juntos, acordamos de madrugada para atender nossos pacientes.

Vou contar para vocês minhas angustias e minhas preocupações, não com o propósito de buscar uma opinião ou mesmo solução, apenas dividir com vocês o que me deixou triste e arrasado no dia 10 de julho de 2019.

Somos massacrados diariamente por preços aviltantes praticados pelos convênios e planos de saúde, onde as vezes dá vontade de responder aquele telefonema as 3:00 horas da madrugada e dizer, olhe, me mande os seus dados bancários que pago o dobro que o seu plano de saúde vai me pagar para atender só para eu continuar dormindo por mais umas 3 horas.

Mas não, nunca fiz isto, e o dia que eu for fazer, eu encerro minha carreira de médico. Naquele exato momento que o paciente passar a representar valor e não a satisfação do dever cumprido.

Vamos falar das gestantes que acompanhamos todos juntos, o pediatra que fica quase o mesmo tempo ao lado da paciente, durante seu trabalho de parto, para receber o recém-nascido. O anestesista que também é chamado para fazer a analgesia de parto ou a anestesia quando é o caso de uma emergência ou até mesmo uma urgência. E o colega que nos assiste durante o ato cirúrgico para poder realizarmos o perfeito atendimento a gestante. Agora vou contar um segredo para vocês, tem convênio que não paga cem Dólares Americanos por uma cesariana.

Alguns vão dizer que não é verdade, mas coloco minha declaração de imposto de renda para que todos contemplem quanto muita das vezes recebemos para prestar um serviço tão diferenciado e que demandou anos, mas coloca anos nisso, de aperfeiçoamento e estudo.

Vamos passar para os profissionais mais baratos este atendimento, como quer a TELEMEDICINA. O Médico fica numa ponta da linha e um profissional quase médico do outro atende e vai tirando as dúvidas. Você consegue imaginar o ponto catastrófico no que pode se tornar este atendimento? Não? Pois vamos lá, você compra uma passagem para você e seus familiares, numa companhia aérea mais barata, cujos pilotos treinaram muito nos simuladores e em aeromodelos. Mas na cabine ele tem uma linha de comunicação com a terra e que na outra extremidade existe um PILOTO que vai passar todas as orientações para ele.

Quer dizer que você não vai mais viajar? Por que? Já sei, vai que ocorra uma perda de comunicação e o avião resolva cair junto?  Ou mesmo uma falha conceitual entre um lado e outro que vê uma situação como um problema e na verdade o problema é a situação. Infelizmente a Companhia Aérea Vale da Morte informa a queda da sua Aeronave com a morte de seus 347 ocupantes, inclusive de todos os tripulantes.

Mas temos uma boa notícia, a equipe de terra não morreu, o dono da companhia está mais rico, pois o seguro cobriu as perdas com o sinistro e só os familiares que ficaram, vão chorar a perda dos parentes, e levar décadas para receber uma mísera indenização.

Mas isto não acontece, pois ninguém viajaria numa Companhia Aérea neste moldes.

Mas, para não fugir do meu agradecimento, quero deixar claro que preciso muito de vocês, sem os quais não poderia realizar meu trabalho, e obrigado por se submeterem a esta exploração por parte dos convênios e planos de saúde, pois sempre que eu chamo, vocês vem correndo e imediatamente, sem questionar ou mesmo reclamar qualquer coisa ou valor.

Que DEUS os abençoe eternamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *