Meus agradecimentos

Agradecer!

Meus queridos amigos, trabalhamos juntos , na nossa  equipe de médicos a mais de uma década, outros a menos tempo, mas quase todos os dias operamos juntos, fazemos partos juntos, acordamos de madrugada para atender nossos pacientes.

Vou contar para vocês minhas angustias e minhas preocupações, não com o propósito de buscar uma opinião ou mesmo solução, apenas dividir com vocês o que me deixou triste e arrasado no dia 10 de julho de 2019.

Somos massacrados diariamente por preços aviltantes praticados pelos convênios e planos de saúde, onde as vezes dá vontade de responder aquele telefonema as 3:00 horas da madrugada e dizer, olhe, me mande os seus dados bancários que pago o dobro que o seu plano de saúde vai me pagar para atender só para eu continuar dormindo por mais umas 3 horas.

Mas não, nunca fiz isto, e o dia que eu for fazer, eu encerro minha carreira de médico. Naquele exato momento que o paciente passar a representar valor e não a satisfação do dever cumprido.

Vamos falar das gestantes que acompanhamos todos juntos, o pediatra que fica quase o mesmo tempo ao lado da paciente, durante seu trabalho de parto, para receber o recém-nascido. O anestesista que também é chamado para fazer a analgesia de parto ou a anestesia quando é o caso de uma emergência ou até mesmo uma urgência. E o colega que nos assiste durante o ato cirúrgico para poder realizarmos o perfeito atendimento a gestante. Agora vou contar um segredo para vocês, tem convênio que não paga cem Dólares Americanos por uma cesariana.

Alguns vão dizer que não é verdade, mas coloco minha declaração de imposto de renda para que todos contemplem quanto muita das vezes recebemos para prestar um serviço tão diferenciado e que demandou anos, mas coloca anos nisso, de aperfeiçoamento e estudo.

Vamos passar para os profissionais mais baratos este atendimento, como quer a TELEMEDICINA. O Médico fica numa ponta da linha e um profissional quase médico do outro atende e vai tirando as dúvidas. Você consegue imaginar o ponto catastrófico no que pode se tornar este atendimento? Não? Pois vamos lá, você compra uma passagem para você e seus familiares, numa companhia aérea mais barata, cujos pilotos treinaram muito nos simuladores e em aeromodelos. Mas na cabine ele tem uma linha de comunicação com a terra e que na outra extremidade existe um PILOTO que vai passar todas as orientações para ele.

Quer dizer que você não vai mais viajar? Por que? Já sei, vai que ocorra uma perda de comunicação e o avião resolva cair junto?  Ou mesmo uma falha conceitual entre um lado e outro que vê uma situação como um problema e na verdade o problema é a situação. Infelizmente a Companhia Aérea Vale da Morte informa a queda da sua Aeronave com a morte de seus 347 ocupantes, inclusive de todos os tripulantes.

Mas temos uma boa notícia, a equipe de terra não morreu, o dono da companhia está mais rico, pois o seguro cobriu as perdas com o sinistro e só os familiares que ficaram, vão chorar a perda dos parentes, e levar décadas para receber uma mísera indenização.

Mas isto não acontece, pois ninguém viajaria numa Companhia Aérea neste moldes.

Mas, para não fugir do meu agradecimento, quero deixar claro que preciso muito de vocês, sem os quais não poderia realizar meu trabalho, e obrigado por se submeterem a esta exploração por parte dos convênios e planos de saúde, pois sempre que eu chamo, vocês vem correndo e imediatamente, sem questionar ou mesmo reclamar qualquer coisa ou valor.

Que DEUS os abençoe eternamente.

Sobre o PRÉNATAL

O PRÉ NATAL.

Um dos procedimentos médicos ricos  em  dificuldades, exuberante em particularidades e cercado de complicações é o acompanhamento das gestantes. Não vou discorrer academicamente, até pela complexidade do tema, torna-se mesmo aos médicos de outras especialidades inóspito e cansativo.

Meu objetivo é atentar para o REAL VALOR do PRÉ NATAL, e que não vem sendo observado e ao mesmo tempo negligenciado pela SAÚDE no Brasil.

Primeiro, quem deve REALIZAR O PRÉ NATAL?

O MÉDICO, conforme a LEI Nº 12.842, DE 10 DE JULHO DE 2013 que dentre diversas determinações diz o seguinte: “a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das doenças”.

E que fique bem claro, somente o MÉDICO é habilitado legalmente e tecnicamente para realizar o PRÉ NATAL.

Resolvi abordar este assunto pois recentemente tenho atendido em meu consultório particular pacientes que iniciaram atendimento a gestação e decidiram buscar um acompanhamento profissional.

E para minha surpresa diante de exames que não foram solicitados, exames que não necessitavam ser solicitado, orientações completamente desnecessárias e situações altamente complexas praticadas por NÃO MÉDICOS, decidi orientar todas as GESTANTES e assim lutar por um atendimento digno, competente e técnico.

Vamos ao alerta:

  1. Ao iniciar seu PRÉ NATAL, verifique se o MÉDICO que a atende tem CRM (Registro no conselho de Medicina) e para saber da autenticidade entre no site cfm.org.br e digite o número e você vai ver o seu médico.
  2. Não aceite outro profissional que não seja MÉDICO, pois apesar de se auto intitularem prenatalistas ou obstétricos, este profissionais não são médicos e são colaboradores no processo de atendimento MÉDICO: Apesar do Artigo 3º da Lei 12.842 falar em colaboração mútua, entendam que é uma ação multidisciplinar. Cada um realiza o que sua competência define ou estabelece. Claramente exposta no Artigo 4º  que define “São atividades privativas do médico:”
  3. Somente o MÉDICO CONSULTA, alguns procedimentos são relativos a EQUIPE MULTIDISCIPLINAR como verificação do peso, pressão, temperatura e outros. Nunca solicitação de exames, verificação de exames, prescrição ou procedimentos invasivos.
  4. “II – indicação e execução da intervenção cirúrgica e prescrição dos cuidados médicos pré e pós-operatórios;” Esta referência da Lei 12.842 é incontestável na sua essência, SOMENTE AO MÉDICO COMPETE A RESOLUÇÃO DA GESTAÇÃO.

Uma das coisas que deixaram descontente as pacientes que me procuraram foi o fato de terem recebido as seguinte informação: SE O PARTO FOSSE SIMPLES, não seria atendida por MÉDICO e outras que vieram do interior do estado em fuga das CASAS DE PARTO, pois na observação das pacientes o risco seria muito grande já que não tinha MÉDICO OBSTETRA, MÉDICO PEDIATRA e MÉDICO ANESTESISTA, e se quer uma UTI.

Conclusão: Fazendo uso do jargão popular, “O PARTO É MEU” a paciente tem o direito e o dever de exigir que desde o início do seu acompanhamento o MÉDICO esteja presente.

Voltando ao PARTO SIMPLES: Simplesmente não existe, pois qualquer parto pode complicar a qualquer momento e até chamarem um MÉDICO vai ser tarde.

Este texto é simples, a linguagem voltada para leigos e se alguém quiser discutir ou contestar, que o faça na mesma medida, pois se for ACADEMICAMENTE, terei também a maior satisfação em responder.

Belém, 13 de junho de 2019.

Leituras recomendadas:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12842.htm

https://sistemas.cfm.org.br/normas/arquivos/pareceres/BR/2018/2_2018.pdf

É para o PARÁ, mas serve para todo o Brasil!

Que bonito, você com cara de bobo, o seu candidato a vereador trocou de carro, está com um modelo importado que seu salário junto por 10 anos não compra um, os parentes do vereador todos empregados, as mulheres (oficiais e oficiosas) estão todas cobertas de joias e você morando na sua rua alagada, suja, mal cuidada, mal policiada enquanto o seu candidato está naquele apartamento chiquérrimo que tem até segurança particular.

Não fique triste, e nem com raiva por que eu escrevi isto, mas fique com raiva de você que se vendeu, pois aquele que se vende vale muito menos que recebeu pelo voto, pelo emprego que já te demitiram, pela vaga de trabalho para o seu filho e a boa colocação para a filha.

Agora você está como um palhaço buscando o nome de outro para te enganar de novo nestas eleições.

Vejam que agora não é eleições para vereador e nem para prefeito. Por que agora a coisa é séria, são os deputados, deputados estaduais e federais.

Agora lembrem de quatro anos atrás que você elegeu o jovem risonho e promissor, que não fez nada por você mas empregou a mãe, o pai já está pendurado nas tetas do estado a muito tempo, mas a sua escolha também foi errada pois acreditou nos doutores em segurança, que tornaram a vida mais segura para os seus, empregaram toda a família deles, melhoraram as moradias familiares e sabe o que fizeram pelo estado? Nada, apenas umas emendas miseráveis e não duvido que a contrapartida tenha sido quase a metade do valor.

Mas até é perigoso ficar falando por que dizem que falar mal de deputado pode contrair uma doença mortal.

Por tanto seu vendido, seu babaca que acreditou que estes deputados que estão aí fizeram alguma coisa, e só prejudicaram as nossas vidas, por favor votem com uma escolha baseada em alguns valores:

  1. A história pessoal, pois um cara tatuado até o rabo tem um passado deplorável, e de tão egoísta que é nem serve para doador de órgãos ou de sangue pois a OMS não aceita.
  2. Compare as promessas: Aqueles que dizem ter o conhecimento de causa pois já trabalharam anos a fio na segurança, na saúde, no saneamento e agora não fizeram nada como deputados é por que de onde saíram também não fizeram nada e precisam voltar a trabalhar para aprenderem a ser honestos e competentes no seu trabalho, não em ficar rico com o dinheiro público.
  3. Fuja do MARKETING, pois aqueles que te muito dinheiro para gastar tenham certeza que foi fruto de corrupção ou desvio e se não for é por que vão cobrar a fatura depois de eleitos. Claro não é otário, eles vão tirar teu sangue para repor o que gastaram.

Por fim, bote a mão na consciência e veja que nossa cidade está sem saneamento, imunda, os coretos das praças sem telhado e já gastaram milhões. O transporte, a mobilidade está um caos, pois o BRTO já enriqueceu gerações que nunca trabalharam ou produziram mas estão ricas. E a segurança, tanto candidato posando de herói e que ia fazer e acontecer e nossa segurança está de mal a pior. Em resumo, cuidado com aqueles que querem pegar carona  na idolatria, pois o boneco é um bom candidato, mas os bonequeiros, a os bonequeiros, estes são foda!

Perco demais com meu mal humor

Infelizmente eu sei que perco demais com meu mal humor. Mas depois do que eu escutei estas duas semanas eu sinceramente vou chutar o pau da barraca, ou melhor, vou quebrar o piquete do circo, para não falar que vou jogar no ventilador.

Trabalho em um órgão desde o ano de noventa e dois, e sempre vesti  a camisa, dei o melhor de mim e até pedi exoneração de um outro concurso federal que eu possuía no currículo. Pois gostava imensamente de fazer parte desta instituição.

Ocorre que algumas coisas tem me mostrado que quando gostamos muito de uma entidade acabamos não vendo os defeitos ou as falhas, assim digamos.

Tentei mudar meu horário de trabalho, pois como todo mundo sabe meus sessenta anos me cobraram uma ação em prol do povo desassistido e ignorante do meu Estado.  Digo desassistido por não terem os recursos destinados a saúde, educação e segurança destinados a esta população aplicados em prol dos mesmos e sim em desvios que enriquecem alguns políticos e toda sua cadeia familiar e proximal. Ignorante, pois ignoram seus direitos e acabam votando em bandidos que vão roubar seus recursos.

Como encontrei um prefeito bem intencionado que está fazendo pela saúde algo que nunca eu havia presenciado, resolvi pedir para aumentar a minha jornada de trabalho e mais uma hora e obter a liberação de um dia o qual poderia me dedicar a atender, assessorar e trazer novas práticas para a saúde do referido município.

Pensem numa dificuldade. E infelizmente desisti do meu intento apesar de que outros colegas terem um horário muito flexível e inclusive com portarias que os proporcionava o direito de ir e vir sobre pretextos nunca dantes imaginados.

Se está certo eu não sei, se está errado também não sei, porém o que eu pedia não traria prejuízo a carga de trabalho que o referido órgão é merecedor.

Foi tanto percalço, descontos, dificuldades que até pensei em pedir a uma instância superior porém fui achacado com a pecha de dedo duro pois estava prejudicando o esquema dos outros colegas.

Eu fiquei numa situação complexa e complicada. Porém decidi que faria como os outros colegas fazem. Faltam e solicitam uma justificativa e vão fazer o que pretendem ou tem interesse, e a vida vai sob a batuta do Zeca Pagodinho.

E ao questionar um determinado dia que por falta de luz havíamos sido dispensados, tive a surpresa, aliás, não tive surpresa nem uma, apenas constatei o óbvio, que existia um grupo de whatsapp com os colegas do Departamento onde trabalho onde são passados avisos e orientação que eu por ser persona non grata estava fora.

Pois bem, temos que ter mérito e por isso vou contar a resposta que eu dei a criadora do grupo e que com toda a certeza agora serei não só antipático como excomungado.

Falei assim: Soube hoje que tem um grupo de pessoas no whatsapp que fazem parte do Departamento, e fiquei pensando qual seria o critério para que estas pessoas estivessem no grupo. Aí antes que respondessem fui logo dizendo, eu descobri o por que?

Tem que ter um parente direto ligado a administração superior para que o indivíduo faça parte do grupo! Logo em seguida passei a movimentar minha língua amaldiçoada como dizem, e continuei dizendo, dos que estão no grupo, tirando os não concursados, acho que todos tem um parente competente.

O Pior que parece que sim, e aí agora com certeza não faço e nunca farei parte de nem um grupo, e como nunca liguei para estes conchavos ou negociatas, sigo em frente contando os anos que me restam para sair decepcionado com as pessoas, por que para onde se olha e observa temos uma ação desprezível e facilmente capitulada nas leis dos mais sérios.

 

#resultado

O nome do bom resultado é eficiência!
Vou tentar ser o mais sintético possível. Você já se perguntou após fazer alguma coisa se aquele ato vai resultar em algo?
Pois eu te digo, a maioria das vezes não vai adiantar de nada, e o resultado pode ser pior que a situação atual.
Pensei em escrever este artigo pois dia de natal eu fui ao shopping com a ideia de comprar um livro que eu queria ler e a folga do natal ia me dar o tempo necessário.
O que eu acabei ganhando foi uma grande inspiração para escrever este artigo e pasmem, com uma mudança na minha vida.
Uma cena me chamou a atenção, um garotinho chorando alto e se jogando no corredor em frente uma loja de brinquedos e a mãe tentando convencê-lo a levantar e seguir, porém ela estava cheia de sacolas e com uma garotinha de no máximo um ano e meio no colo. Eu quase saí para ajudar pois tenho 3 filhas e algum momento elas fizeram parecido. Do nada surgiu o pai, acho que era o pai, pois pegou o garoto pelo braço e levou-o para o banheiro, eu acabei por observar o retorno dos dois uma vez que a livraria estava muito cheia. Cerca de cinco minutos depois vem o garoto de mãos dadas com o pai, chorando e balbuciando que não queria apanhar mais. Bem, independente da proibição de se bater em criança, o que eu acho que vai resultar numa leva de insolentes e descarados, mas fiz a seguinte reflexão:
1. O que ele ganhou? Umas palmadas.
2. O que ele perdeu? O presente pretendido.
Quando minhas filhas eram pequenas, lembro da Mãe conversando e explicando que o chão era sujo, que as pessoas pisavam na rua e que não prestava se deitar no chão, que chorar não adiantava nada, que não fazia nascer dinheiro na bolsa para comprar o que elas queriam. O resultado era espetacular. Nunca tivemos que bater para resolver uma situação daquelas.
Voltando aos dias atuais. Nós todos, pessoas de bem, que não recebemos propina nem pixulecos, que não temos empregos nas coxas do PT, que não somos sustentados por políticos, queremos nos ver livre do PT, não queremos mais a Dilma e nem o Lula, pois são todos péssimos.
Agora que vem as minhas perguntas.
1. O que você faz para combater esta praga chamada Dilma, Lula, PT e Políticos?
2. Você acha que é eficiente o modo que você combate esta praga?
3. Quantas pessoas você acha que mobilizou ou convenceu até hoje?
4. O que de real e sólido você conseguiu?
Respondam estas perguntas e depois leiam em voz alta.
Não quero desestimular você, nem falar que ficar nesta digitação louca e compulsiva vai adiantar nada. Mas quero fazer com que você veja o resultado de tudo que você faz, que entenda que uma formiga não carrega uma cigarra, mas várias formigas sim, e que é hora de reavaliar sua atuação e escolher melhor, juntar forças e avaliar, pois se alguém está fazendo algo melhor, siga, se engaje, multiplique, somente assim vamos conseguir nosso objetivo.

#FelizAnoNovo2016

“Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa apagar o caso escrito.”
(Machado de Assis)

O último dia de 2015 me fez pensar e tomar uma decisão que eu demorei muito, mas muito mesmo, quase 60 anos para tomar. Não mais olhar para trás, deixar para lá, e começar tudo de novo. Este ano não tenho mais a presença terrena meu Pai e minha Mãe, se foram, completaram seu ciclo, e demorei a aprender a lição. Ninguém muda, ninguém pode dar o que não tem, e não pode ser o que não está a seu alcance.
Não vou mais questionar, apenas manterei um costume que me acompanhou desde que eu me entendi, não participarei, porém não combaterei, não questionarei e tão somente passarei a ignorar.
Deus me guie e permita que apenas me defenda do que for agressivo, e me livre dos males direcionados.
Vou voltar a cumprimentar e desejar bom dia, com um sorriso nos lábios todos como sempre o fiz, e voltar a tratar da mesma maneira os que eu achei que algo de ruim me proporcionaram.
Que se afastem os que quiserem, eu não serei o motivo, como na oração que o Senhor me ensinou.
Para todos, meus votos de um Feliz Ano novo, que 2016 seja o melhor ano das suas vidas!

Feliz Natal 2015

Natal é um dia belo, iluminado, só tenho que questionar o fato de eu não entender como podemos cumprimentar o recém nascido e não exultar a mãe e parabenizar o pai.

Mas estas diferenças que o Natal traz a tona é que o tornam belo e iluminado, pois sou levado a pensar no Pai, DEUS todo poderoso, na Mãe, Maria, e no filho que é o homenageado, Jesus.

Meu agradecimento é para as pessoas que eu conheci ao longo da minha vida, que são meu amigos, que tenho a alegria de enviar esta mensagem, que me orgulho de fazer parte do ciclo. O meu presente de natal é ter vocês como amigos.

Porém eu perdi alguns ao longo dos tempos e resolvi neste natal pedir desculpas aos que se sentiram magoados por meu jeito de ser e minha maneira de ver a vida.

Como você está lendo esta mensagem é por que o considero meu amigo, e se não quiser ler o resto do texto, não precisa pois sei que se você é meu amigo até hoje é por que não deixará de ser, pois as pessoas não mudam, você que descobre como elas são.

Aos que deixaram de ser meus amigos: