É para o PARÁ, mas serve para todo o Brasil!

Que bonito, você com cara de bobo, o seu candidato a vereador trocou de carro, está com um modelo importado que seu salário junto por 10 anos não compra um, os parentes do vereador todos empregados, as mulheres (oficiais e oficiosas) estão todas cobertas de joias e você morando na sua rua alagada, suja, mal cuidada, mal policiada enquanto o seu candidato está naquele apartamento chiquérrimo que tem até segurança particular.

Não fique triste, e nem com raiva por que eu escrevi isto, mas fique com raiva de você que se vendeu, pois aquele que se vende vale muito menos que recebeu pelo voto, pelo emprego que já te demitiram, pela vaga de trabalho para o seu filho e a boa colocação para a filha.

Agora você está como um palhaço buscando o nome de outro para te enganar de novo nestas eleições.

Vejam que agora não é eleições para vereador e nem para prefeito. Por que agora a coisa é séria, são os deputados, deputados estaduais e federais.

Agora lembrem de quatro anos atrás que você elegeu o jovem risonho e promissor, que não fez nada por você mas empregou a mãe, o pai já está pendurado nas tetas do estado a muito tempo, mas a sua escolha também foi errada pois acreditou nos doutores em segurança, que tornaram a vida mais segura para os seus, empregaram toda a família deles, melhoraram as moradias familiares e sabe o que fizeram pelo estado? Nada, apenas umas emendas miseráveis e não duvido que a contrapartida tenha sido quase a metade do valor.

Mas até é perigoso ficar falando por que dizem que falar mal de deputado pode contrair uma doença mortal.

Por tanto seu vendido, seu babaca que acreditou que estes deputados que estão aí fizeram alguma coisa, e só prejudicaram as nossas vidas, por favor votem com uma escolha baseada em alguns valores:

  1. A história pessoal, pois um cara tatuado até o rabo tem um passado deplorável, e de tão egoísta que é nem serve para doador de órgãos ou de sangue pois a OMS não aceita.
  2. Compare as promessas: Aqueles que dizem ter o conhecimento de causa pois já trabalharam anos a fio na segurança, na saúde, no saneamento e agora não fizeram nada como deputados é por que de onde saíram também não fizeram nada e precisam voltar a trabalhar para aprenderem a ser honestos e competentes no seu trabalho, não em ficar rico com o dinheiro público.
  3. Fuja do MARKETING, pois aqueles que te muito dinheiro para gastar tenham certeza que foi fruto de corrupção ou desvio e se não for é por que vão cobrar a fatura depois de eleitos. Claro não é otário, eles vão tirar teu sangue para repor o que gastaram.

Por fim, bote a mão na consciência e veja que nossa cidade está sem saneamento, imunda, os coretos das praças sem telhado e já gastaram milhões. O transporte, a mobilidade está um caos, pois o BRTO já enriqueceu gerações que nunca trabalharam ou produziram mas estão ricas. E a segurança, tanto candidato posando de herói e que ia fazer e acontecer e nossa segurança está de mal a pior. Em resumo, cuidado com aqueles que querem pegar carona  na idolatria, pois o boneco é um bom candidato, mas os bonequeiros, a os bonequeiros, estes são foda!

Como ser cidadão!

O que é ser cidadão?

Trabalho em um órgão público e como toda Belém, tem uma grande dificuldade em se conseguir um local para estacionar. A solução é sair bem cedo e pegar uma vaga as proximidades do serviço. Hoje, por volta das sete horas da manhã ao chegar na rua lateral do meu trabalho, estava a frente um carro e uma sequencia de três vagas, já que o carro que estava a frente era pequeno. Porém o mesmo parou de uma forma que impedia que se estacionasse nas duas vagas restantes. Ainda tentei buzinar mas a película extremamente escura do carro impediu que eu conseguisse contato com o motorista. Dei a volta e estacionei em outra rua.

Ao chegar no emprego para registrar meu ponto de forma biométrica encontrei o dono carro, um Policial Militar e perguntei para ele depois de cumprimentar e dar bom dia, por que ele tinha trancado as duas vagas?

Ele respondeu que cada um era livre para estacionar da maneira que quisesse assim como na hora de votar cada um escolhia o seu candidato.

Eu perguntei a ele se sabia o significado de cidadania? Pois colocar um carro trancando duas vagas era no mínimo estranho.

Ele disse que não interferia na cidadania dele o que ele tinha feito.

Perguntei mais uma vez, mesmo tirando a chance de duas outras pessoas estacionarem?

Ele riu e disse que bastava chegar mais cedo.

Bem, eu não podia me conformar e disse que gostaria de saber como ele estava cedido para um órgão que pagava mais um salário complementar e substancial ao mesmo e se era um ato de cidadania ou de indicação.

Por que eu haveria de questionar o departamento pois seria bem melhor outro policial que fosse mais cidadão e não reservasse vagas para seus amiguinhos e inclusive colocando cones para bloquear estacionamento que está explicito ser vaga para ambulância e outro que nem vaga é para que servisse de vaga prioritária ou especial aos prováveis beneficiados com o título de uma casta superior.

Uma pessoa muito amiga me disse, não perde tempo, este é o sistema.

Mas enquanto vivo eu for, vou tentar lutar contra estas atitudes e ações que beneficiam os que não merecem e dão privilégios a quem é apadrinhado politicamente.

Por estes motivos que o Brasil precisa mudar e contar com pessoas sérias e honestas para eleger políticos que não sejam mercadores de favor e conveniência como a quase totalidade dos políticos que estão aí.

Em tempo, agora a pouco ele arredou o carro e deu lugar para dois coleguinhas.

 

You must be logged in to use this page.